"cantarei" o que a vida me oferecer... bichos...efemérides...alegrias...raivas(!) e o que mais adiante se verá!

12
Fev 12

Precisa de: um naco de presunto (demolhado);

                  ossos da suã ( demolhar , se estiveram em sal)

                  galinha ( ou frango)

                  costela de porco (demolhada, se esteve no sal)

                  grã: milho traçado, moído grosseiramente

                  farinheira da Beira

 

 

Numa panela grande, ponha a cozer as carnes até se poderem desfiar. A água foi diminuindo.Retire as carnes e desfie, tendo em conta que a grã engrossa, vá-a  juntando ao caldo de cozer as carnes, de modo a não ficar muito espesso. Deixe cozer, mexendo sempre. Perto do fim, junte as carnes na quantidade adequada.

Tire com a concha para  pratos de sopa e sirva com um pedaço da farinheira cozida ao de leve, para não rebentar

 

Este era o prato de Carnaval no tempo da minha Avó materna, numa aldeia da Serra da Lousã. Bom apetite!

publicado por mfssantos às 22:17

Hummm... Deve ser uma delícia! Um dia vou tentar fazer, mas o problema está em conseguir comprar as carnes com a qualidade daqueles tempos. Mas vou tentar.
Beijinho e bom Carnaval
Mariali a 16 de Fevereiro de 2012 às 18:44

Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO