"cantarei" o que a vida me oferecer... bichos...efemérides...alegrias...raivas(!) e o que mais adiante se verá!

24
Mar 10

Em "dias de..." o Dia da Poesia levou-me a ir rever algumas das obras guardadas nas prateleiras...Um exemplo...primaveril:

 

                                                    O luar tinge

                                                    o perfume das flores

                                                    de uma pureza que gela.

 

                                                    Flores

                                                    - espécie de luz própria

                                                    com que a terra finge

                                                    de estrela.

 

 

 

Outra ...

 

                              Envelhecer é este frio de flor seca. Caverna desabitada

                              com uma fogueira ao centro, a arrefecer devagar

                               - templo

                              sem altar

                              onde os frutos já não transformam

                              a magia do sol em sumo.

 

                              E os ponteiros de cinza

                              dos relógios

                              em vez de aquecerem o tempo

                              desfazem as horas em fumo.   

 

   

In " Poesia VI", José Gomes Ferreira, 1ª edição 1976

publicado por mfssantos às 09:28

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15
16
17
18
20

21
23
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO