"cantarei" o que a vida me oferecer... bichos...efemérides...alegrias...raivas(!) e o que mais adiante se verá!

18
Set 11

O dia tem vinte e quatro horas. Cá na minha...oito são para dormir, oito para trabalhar...e as outras oito para ocupar ao sabor da corrente, isto é, das hipóteses possíveis, dos gostos...da companhia...da bolsa(!) enfim, como bem quisermos.

Porém, sem trabalho...não vejo qualquer saída. E perde-se o sono. E nada nos contenta...

Estar aposentado/reformado - que palavra horrível - não equivale a estar inactivo. Se o corpo perdeu agilidade...a mente não pode! não deve! A mente nunca está desocupada; de preferência...devia ocupar-se de coisas gradáveis, simpáticas...que nos façam sorrir...Pois é. Todavia...as circunstâncias da vida nem sempre fomentam esta atitude saudável...

A que vem tudo isto?...É que, neste recomeço de aulas, passou-me pela cabeça esta pergunta: quantas famílias vigiarão que as suas crianças durmam as horas necessárias a fim de estarem concentradas e disponíveis mentalmente para aprender? Mais uma vez, cá na minha...dormir é tão importante como fazer uma alimentação racional...Mas isso seria outra conversa.

O dia tem vinte e quatro horas...Como as aproveitamos nós?

publicado por mfssantos às 12:34

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO